Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

Bombeiros de Rio Maior celebraram 124 anos de existência

Paulo Araujo 9 Dezembro, 2016 0
Bombeiros de Rio Maior celebraram 124 anos de existência
Mário Paulo Henriques foi distinguido a título póstumo o Bombeiro do Ano 2015

O dia 8 de Dezembro foi de festa para a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Rio Maior, que celebrou o seu 124.º aniversário

A Direção e Comando do Corpo de Bombeiros preencheram a manhã com o Hastear da Bandeira, o Café do Bombeiro e uma romagem ao cemitério em homenagem aos bombeiros, sócios e amigos falecidos, tendo sido depostas coroas de flores no talhão onde repousam os restos mortais daqueles que em tempos deram parte da sua vida a esta nobre instituição.

Seguiu-se a receção às entidades convidadas tendo a Fanfarra dos Bombeiros, dirigida pelo Maestro Cristiano Pestana, oferecido ao muito público presente uma excelente atuação.

Pouco depois, o Salão Nobre, completamente lotado, acolheu a sessão solene comemorativa deste 124.º aniversário dos Bombeiros de Rio Maior, que ficou marcada por palavras de agradecimento e reconhecimento a Francisco Colaço, Presidente da Direção dos Bombeiros, que em breve irá cessar funções, e à Câmara Municipal de Rio Maior, pela recente implementação de um conjunto de iniciativas que trarão diversas regalias sociais aos soldados da paz riomaiorenses.

Na Mesa de Honra sentaram-se Isaura Morais, Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Francisco Colaço, Presidente da Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Rio Maior (AHBVRM), Paulo Cardoso, Comandante do Corpo de Bombeiros, Eduardo Casimiro, Presidente da Assembleia Geral da AHBVRM, Adelino Gomes, Vice-Presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, Mário Silvestre, Comandante Operacional Distrital, Carlos Manuel Gonçalves, Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Santarém, e Rui Santos, Vice-Presidente do Conselho Fiscal da AHBVRM.

Na sessão conduzida pelo Adjunto de Comando, Samuel Dias, o primeiro a usar da palavra foi o Presidente da Assembleia Geral da AHBVRM que relembrou a história desta nobre instituição, “durante todos estes anos homens de boa vontade venceram enormes dificuldades para conseguir erguer a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Rio Maior”, realçou. “Na pessoa do seu comandante, Paulo Cardoso, quero saudar todos os atuais bombeiros e bombeiras que arriscam a vida para servir o seu semelhante ou quem precisa de ajuda. Bem hajam pela dedicação e disponibilidade que sempre têm manifestado ao serviço da causa dos bombeiros”, concluiu Eduardo Casimiro que chamou junto de si todos os elementos da direção dos bombeiros, que no final do corrente mês terminam o seu mandato, de forma a receberem uma calorosa salva de palmas do público presente.

Seguidamente, Leandro Antunes, representante da empresa riomaiorense Vinisol recebeu das mãos de Eduardo Casimiro o Prémio de Sócio Benemérito da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Rio Maior.

Seguiu-se a intervenção de Paulo Cardoso, Comandante da AHBVRM, que começou por referir: “As minhas primeiras palavras são obrigatoriamente direcionadas para o passado. Passado esse que nos honra, que nos guia, e que nos orgulha. Cento e vinte e quatro anos de história, onde a solidariedade, a fraternidade e o amor ao próximo estiveram sempre na linha da frente. Não é fácil transmitir nestas palavras tudo aquilo que esta Associação e o seu Corpo de Bombeiros significam para mim e para todos nós”, realçou.

O Comandante do Corpo de Bombeiros referiu ainda que “ser bombeiro é, antes de mais, um pilar seguro em quem se pode confiar incondicionalmente em todos os momentos do dia e em todos os lugares. Recordo o nosso saudoso Vítor do Rosário Carvalho, Recordo o nosso saudoso Mário Paulo Brito Henriques. Também não esqueço tantos outros e em todos eles vejo rostos de heróis que aprendi a respeitar mesmo antes de saber os seus nomes. Mas eles tinham nomes, tinham famílias, sonhos e uma vida inteira pela frente. Partistes mas o vosso nome alimenta agora a chama da esperança e prestar-vos homenagem é uma elementar justiça a quem se entregou por uma causa nobre”, salientou referindo-se a dois dos elementos deste Corpo de Bombeiros falecidos no corrente ano.

Prosseguindo a sua intervenção, Paulo Cardoso proferiu ainda: “Creio, que hoje o mais importante é suscitar o espírito de bombeiro; sermos pessoas disponíveis para responder às solicitações do bem comum, mesmo à custa de sacrifício e, quem sabe, da própria vida”, acrescentando que “prestar homenagem aos bombeiros falecidos é sempre um momento delicado porque envolve afectos, memórias e momentos limite. Mas é precisamente nesses momentos limite, entre a vida e a morte, entre o sentido e o sem sentido, que a fé tem algo a dizer. Enquanto homem de fé, creio que a melhor homenagem que posso prestar a todos os bombeiros é dizer-vos que a sua vida, os seus gestos, os seus sonhos e suas memórias não terminaram com a última pancada do coração. Eles vivem entre nós como um memorial permanente, mostrando-nos que uma vida doada em prol dos demais é uma vida recordada eternamente”.

A concluir, o comandante dos bombeiros frisou ainda: “Em nome do Comando e de todo o Corpo de Bombeiros, quero aqui publicamente agradecer à Direção da nossa Associação todo o apoio dado, porque sem dúvida alguma os Dirigentes desta Instituição são os Bombeiros sem farda que estão a gerir os recursos postos à nossa disposição, pautado num relacionamento de proximidade e lealdade”.

Seguiu-se a intervenção do Presidente da Direção da AHBVRM. Francisco Colaço começou por dizer que “a persistência é o caminho do êxito, por isso tivemos, nestes últimos anos, a ousadia de alterar procedimentos, de criar condições para melhorar a eficiência do nosso trabalho e aperfeiçoar a eficácia dos nossos métodos de gestão”, acrescentando: “Depois de cerca de um milhão e meio de euros em investimentos, conseguimos duplicar os resultados operacionais e quintuplicar, para melhor, os resultados líquidos dos exercícios da última meia dúzia de anos”.

Francisco Colaço deixou também palavras de apreço à Câmara e à Junta de Freguesia de Rio Maior.

O Presidente da Direção da AHBVRM realçou seguidamente os 16 anos em que esteve à frente da instituição: “Foi para mim um privilégio, enorme, desenvolver e projetar ainda mais esta associação, principalmente porque o fiz com uma equipa única e muito especial, num percurso pleno de momentos memoráveis e experiências extraordinárias”, referiu Francisco Colaço que acrescentou: “Não posso perder esta oportunidade, neste que será o meu último discurso enquanto presidente da direção, de manifestar publicamente o meu agradecimento a toda a minha equipa, especialmente às pessoas que comigo trabalharam diretamente nestes desafios”, destacou.

Francisco Colaço focou-se depois no Corpo de Bombeiros começando por agradecer ao Comando e seguidamente aos soldados da paz: “Vocês são, efetivamente, o verdadeiro pilar desta instituição. O nosso reconhecimento pela dedicação, abnegação, altruísmo, empenho, profissionalismo e espirito de sacrifício demonstrado perante as adversidades das missões que vos são solicitadas. O meu respeito e admiração pelo vosso trabalho não tem limites. Obrigado pelo vosso exemplo de vida!”.

O discurso do presidente da direção terminou com palavras de elogio para as estruturas do Núcleo de Dadores de Sangue, da JuveBombeiros e da Fanfarra.

A sessão solene prosseguiu com a atribuição de prémios aos elementos da Fanfarra que mais se distinguiram no último anos, tendo os prémios de assiduidade sido entregues a Fernando Carmo, Teresa Vicente e Catarina Lima.

Quanto aos melhores músicos foram este ano distinguidos a trompetista Fernanda Mendes e as percussionistas Carolina Pereira e Carolina Duarte.

Após discursarem Adelino Gomes, Vice-Presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, Carlos Manuel Gonçalves, Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Santarém, e Mário Silvestre, Comandante Operacional Distrital, foi entregue o prémio de Estagiário de Mérito 2015 ao bombeiro Rui Miguel Sabino Matias.

Seguiu-se a atribuição do Prémio Bombeiro do Ano – “Prémio Comandante Dr. Eduardo Agostinho”, para o qual estavam nomeados Ruben Carvalho, Paula Cardoso e o recém falecido Mário Paulo Henriques, tendo a título póstumo sido este último galardoado com o capacete de cristal, prémio recebido pela sua mãe, num momento de enorme consternação vívido naquele espaço.

A sessão solene do 124.º aniversários dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior terminou com a intervenção da Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, tendo a edil começado por fazer referência à idade memorável desta instituição, uma das mais antigas do concelho, “um marco só possível de alcançar graças ao contributo inegável de todos os que, desde 1892, têm assegurado a continuidade e viabilidade da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Rio Maior, e de todos aqueles que, com sacrifício da sua vida pessoal e das suas famílias, escolheram ser bombeiros voluntários, pondo parte da sua vida e trabalho ao serviço dos seus concidadãos”, realçou, acrescentando que “enquanto presidente da Câmara, eleita pelos riomaiorenses, cabe-me reconhecer e elogiar o trabalho e dedicação que todos vós colocam nas várias missões que vos estão confiadas”.

Isaura Morais relembrou ainda a recente aprovação, em Assembleia Municipal, do Regulamento do Bombeiro, “hoje posso vos dizer, como muitos de vós certamente já sabem, que efetivamente, fruto da cooperação e diálogo com a direção desta instituição, a quem desde já agradeço toda a colaboração prestada na figura do seu presidente, o meu caro amigo Francisco Colaço, foi possível aprovar um conjunto de regalias sociais que abrangem os elementos do Quadro Ativo da corporação e os seus familiares diretos, vertidas naquilo a que chamámos Regulamento Social dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior”.

A Presidente da autarquia deixou de seguida um agradecimento aos bombeiros, “o meu muito obrigado em nome dos riomaiorenses, pela vossa coragem, dedicação à causa pública e espirito de corpo que vos permite serem reconhecidos como uma força de referência na região”, realçou.

A terminar a sua intervenção, Isaura Morais relembrou que a porta da autarquia está sempre aberta às necessidades dos bombeiros e deixou um apelo aos riomaiorenses, “não se lembrem apenas destes homens e mulheres quando a tragédia vos bater à porta”, sugerindo que “se façam sócios ou contribuam com donativos”.

O 124.º aniversário dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, para além de outras iniciativas, ficou ainda marcado por uma romagem ao cemitério para deposição de flores em homenagem aos bombeiros, sócios e amigos já falecidos, por uma missa solene presidida pelo Rev. Padre Paolo Beretta, no salão do quartel dos bombeiros, e por um desfile apeado com mostra de valências pelas principais ruas da cidade.

img_9432 img_9490

Redes Sociais
RSS
Follow by Email
Facebook

Google+

http://comercioenoticias.pt/2016/12/09/bombeiros-de-rio-maior-celebraram-124-anos-de-existencia/
Twitter

Gina Morais Riografica Megamaior Megamaior Riografica

Comentar »

Deve iniciar sessão para comentar.