Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

Caldas da Rainha: 2,5 milhões de euros para recuperar Hospital Termal

Paulo Araujo 9 Janeiro, 2018 0
Caldas da Rainha: 2,5 milhões de euros para recuperar Hospital Termal
 

A Câmara Municipal das Caldas da Rainha vai investir mais de 2,5 milhões de euros na recuperação do primeiro Hospital Termal do Mundo. Tem agora seis meses para reabrir a estrutura, conforme foi anunciado esta terça-feira, 9 de janeiro, na assinatura do contrato de concessão da Água Termal.

“É um dia histórico para a cidade. Depois deste processo de negociações com a Administradora Central conseguimos renegociar a reabertura do hospital termal. O município compromete-se a investir 2,5 milhões de euros na recuperação da infraestrutura”, afirma Tinta Ferreira, presidente da câmara das Caldas da Rainha, que agora está na posse da gestão da unidade por 70 anos. Além do hospital, a autarquia também vai gerir o Parque D. Carlos I e da mata da Rainha por 50 anos.

O plano prevê a abertura do tratamento de inalações ainda este ano, enquanto o início dos duches de banheira será só para 2019. A terceira fase está prevista para 2020, com duas novas alas de duches e uma piscina.

Para o sucesso desta unidade, Tinta Ferreira considera urgente que a cadeira de Hidrologia Médica volte a constar da licenciatura de Medicina.

Com a abertura em 2020 do hotel de 5 estrelas nos míticos Pavilhões do Parque D. Carlos I, a autarquia espera que o projeto de eletrificação da Linha do Oeste fique concluído o mais rápido possível.

Na cerimónia de assinatura do contrato de concessão da Água Termal estiveram presente os secretários de Estado do Turismo e da Energia.

“Revitalizar as termas em Portugal foi o segundo projeto estratégico e em equipa com a secretaria de Estado da Energia. Durante 6 meses conseguimos que o Orçamento do Estado aprovasse a reabilitação das termas do ponto de vista do Turismo e da Saúde. A nível da educação também se está a apostar na gestão turística e de wellness para preparar a população para esta nova realidade”, refere Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

Para Jorge Sanches, secretário de Estado da Energia, este “é mais um momento importante para o País na utilização dos recursos hídricos e que irá contribuir para o desenvolvimento da região”.

O Hospital Termal foi fundado em 1484 por ordem da Rainha D. Leonor. É considerado o Hospital Termal mais antigo do mundo em funcionamento. Funcionamento esse que foi interrompido em 2009 devido à presença da bactéria Legionella nas canalizações da unidade.

Redes Sociais
RSS
Follow by Email
Facebook

Google+

http://comercioenoticias.pt/2018/01/09/caldas-da-rainha-25-milhoes-de-euros-para-recuperar-hospital-termal/
Twitter

Gina Morais EPRM Megamaior Megamaior Riografica

Comentar »

Deve iniciar sessão para comentar.