Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

PARTICIPAÇÃO DA ASFIC NA TAÇA DE PORTUGAL XCM

Paulo Araujo 14 Setembro, 2018 0
PARTICIPAÇÃO DA ASFIC NA TAÇA DE PORTUGAL XCM
 

A Taça de Portugal XCM teve inicio no dia 20 de maio deste ano, em Mêda, com a realização da “Mêda100 Marathon” e no passado sábado, dia 7 de Setembro cumpriu-se a 2.ª prova pontuável, desta feita na cidade de Santarém, prova inserida da “Feira Festibike”, sendo que, para esta taça os atletas já realizaram outras provas, nomeadamente, regionais, de onde são aproveitados dois resultados dessas provas pontuáveis para a taça, ou seja, neste momento, para um atleta que queira competir pela classificação geral na taça de Portugal XCM, já soma pelo menos duas provas regionais e duas nacionais, o que acontece com os atletas da ASFIC/Dinazoo que disputam a Taça.

Pela equipa riomaiorense competiram Hélio Videira, Carlos Santos, Bruno Rodrigues e Tomás Gomes, os quais estão a disputar esta taça, e Paulo Frazão e Leonel Bento que participaram na meia maratona

Longe vão os tempos em que este evento contava com cerca de 2000 atletas, mas ainda assim, juntou perto de 600 atletas entre grandes figuras do BTT Nacional e atletas que estão a dar os primeiros passos. Para os atletas da maratona, a organização promoveu um percurso com 80 quilómetros, os quais ascendiam a cerca de 1600 metros de acumulado, já a meia maratona contou com 50 quilómetros e 800 metros de acumulado subida, num sobe e desce constante.

No que diz respeito à prestação dos atletas da ASFIC pode-se dizer que em termos de equipa foi mais positiva que em Mêda, mas desta feita não conseguiram ter nenhum atleta no pódio, o que não é desprestigio, pois quem dá o que tem a mais não é obrigado e assim sendo, os resultados foram os seguintes:

 

Maratona:

Bruno Rodrigues 13.º Master 30 – 61.º Geral

Hélio Videira – 13.º lugar Master 40 – 86.º Geral

Tomás Gomes 14.º Master 30– 68.º Geral

Carlos Santos 14.º Master 35 – 72.º Geral

 

Meia Maratona:

Paulo Frazão – 19.º Master B – 54.º Geral

Leonel Bento não obteve classificação, porque na divisão, por engano, seguiu o sentido da maratona e depois acabou por não voltar a trás e fez a maratona.

Quanto à organização, os atletas consideram que dada a experiência da organização, não se compreende algumas das falhas existentes e mesmo opções tomadas, por isso, o decréscimo de atletas de ano após ano. Mas passamos aos pontos concretos, como foi a partida, onde se percorreu km e km atrás de um carro da organização a afunilar e a colocar um pelotão demasiado nervosos, porque se juntou todos os atletas e com todos a querer chegar à frente, ou seja, do nosso ponto de vista a partida não poderia ter sido controlada durante tantos km, pois para alem do perigo, quando se entrou na terra batida ia tudo junto e os enfunilamentos “tradicionais” lá aconteceram outra vez. Para além desta situação temos a separação dos percursos entre a maratona e a maratona dos master 50/femininas, onde não se encontrava ninguém da organização, dando azo a “atalhos” e a classificações incorrectas, porque na promoção maratona existem atletas classificados com 73 km e outros com 80. Quanto ao resto até “escapa”, apesar de faltar pessoas da organização em algumas passagem em alcatrão. Consideramos também que esta prova não teve o espírito da “Taça de Portugal”.

Mas não só os nossos atletas estiveram em ação, pois neste tipo de prova é necessário logística, pelo que, para além de agradecermos aos atletas pelas honrosas prestação, e aos nossos patrocinadores, damos um agradecimento especial ao José Carlos Santos e Rosália Santos, por terem sido os “aguadeiros” e “fotógrafos” de serviço.

Redes Sociais
RSS
Follow by Email
Facebook

Google+

http://comercioenoticias.pt/2018/09/14/participacao-da-asfic-na-taca-de-portugal-xcm/
Twitter

Gina Morais Riografica Megamaior Megamaior Riografica

Comentar »

Deve iniciar sessão para comentar.