TAGUS PROMOVE, EM ABRANTES, UM MERCADO DE OUTONO E UMA OFICINA DE COGUMELOS

Paulo Araujo 11 Setembro, 2019 0
TAGUS PROMOVE, EM ABRANTES, UM MERCADO DE OUTONO E UMA OFICINA DE COGUMELOS

Na manhã do próximo dia 21 de setembro (sábado), no Parque
Intergeracional de Vale de Rãs, em Abrantes, será dinamizado o Mercado de
Outono. Esta iniciativa de exposição e venda de hortofrutícolas, agroalimentares
e artesanato, terá também uma oficina gratuita, dedicada aos cogumelos.

Frutas e hortícolas da época, mel, cervejas artesanais,
plantas, ervas aromáticas, artesanato, entre outros são alguns dos produtos que
se pode encontrar neste pequeno certame. O Mercado de Outono é integrado no
Bairro ConVida e participado pelos vários parceiros deste projeto, e dinamizado
pela TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior e
pelo I Núcleo de Produtores PROVE, com o intuito de incentivar a população a
consumir os hortofrutícolas da época e da região.

Durante esta iniciativa, que se realiza entre as 09h00 e as
13h00, haverá às 10h00 uma oficina dedicada aos cogumelos. Esta pequena
formação será dinamizada por Simão Pita, do I Núcleo de Produtores PROVE do
Ribatejo Interior, e pretende ensinar os participantes a produzir cogumelos
comestíveis em toros de madeira.

A oficina é gratuita e dedicada ao público em geral. As
inscrições têm o limite de 12 participantes, podem ser feitas enviado um email
para tagus@tagus-ri.pt, com referência ao nome, idade, proveniência e número de
telefone do participante que pretende inscrever.

Sensibilizar a população e dar a conhecer os ciclos das
diferentes culturas agrícolas, incentivando a comunidade a consumir hortícolas
da época, diretamente dos produtores para os consumidores. E criar mais uma
oportunidade de promover a comercialização de produtos e o artesanato da região
são os objetivos da organização com estes mercados de época.

Esta iniciativa está inserida no projeto de intervenção
comunitária e revitalização social e económica, Bairro ConVida, em Vale de Rãs,
liderado pelo Município de Abrantes e que envolve um conjunto de parceiros,
entre eles a Associação Vidas Cruzadas, a Cres.Ser – Associação de
Desenvolvimento Pessoal e Comunitário, a União de Freguesias de Abrantes e
Alferrarede, o I Núcleo de Produtores.

De salientar ainda que a TAGUS comemorou, no passado dia 10
de Setembro, o 9º aniversário de implementação da metodologia PROVE, no seu
território de intervenção, com um pequeno convívio entre os atuais e os
produtores que já integraram os núcleos PROVE do Ribatejo Interior.

A pequena confraternização juntou produtores, a equipa da
TAGUS, parceiros do projeto Bairro ConVida e o Município de Abrantes. O objetivo
era fazer um balanço dos nove anos de existência da metodologia no Ribatejo
Interior, que tem por missão aproximar produtores e consumidores, incentivar os
pequenos produtores a utilizar técnicas amigas do ambiente, apostar em novas
formas de comercialização, ajudando os pequenos produtores a escoar os seus
produtos, melhorar a qualidade dos produtos e assim promover o desenvolvimento dos
territórios rurais.

Durante cerca de uma década, já foi possível implementar
dois núcleos de produtores no Ribatejo Interior, que juntou 15 produtores, que
comercializaram mais de 15 mil cabazes de hortofrutícolas para abastecer mais
de 150 famílias de Abrantes, Constância e Sardoal, gerando uma faturação de
cerca de 127 mil euros.

Se pretende integrar o I Núcleo de Produtores PROVE do
Ribatejo Interior, deve contactar a TAGUS, pelo email tagus@tagus-ri.pt.

www.autopecas24.pt Gina Morais Riografica

Comentar »

Deve iniciar sessão para comentar.