BIBLIOTECA DO CADAVAL ESTÁ DE PARABÉNS

Paulo Araujo 13 Setembro, 2019 0
BIBLIOTECA DO CADAVAL ESTÁ DE PARABÉNS

A Biblioteca Municipal completa, no próximo dia 19 de
setembro, dez anos de instalação no atual edifício, sediado junto ao Parque de
Lazer. A biblioteca preparou, por isso, dois dias de atividades, que se irão desenrolar
nos dias 19 e 21. O cartaz inclui espetáculo de Dança Contemporânea, lançamento
do portal da Rede de Bibliotecas do Cadaval, sessão de contos para famílias e,
ainda, animação de rua. Participe, assista!

O programa comemorativo começa por incluir, no dia 19 de
setembro, uma ação de Animação de Rua, com recriação de diversos poetas e
escritores nacionais, a saber: Camões, Fernando Pessoa, Florbela Espanca e
Bocage. Os “heróis recriados” irão declamar poesia e interagir com a comunidade
ao longo do seu trajeto. O ponto de partida da atividade, que decorrerá entre
as 14h00 e as 17h00, será a Praça da República, passando depois pela Avenida
dos Bombeiros, Rua das Castanholas e Av. Dr. Francisco Sá Carneiro.

A festividade prosseguirá no dia 21 de setembro, pelas
11h00, na Biblioteca Municipal, com uma Sessão de Contos para Famílias,
designada “Esqueci-me como se chama e outras histórias de que me lembro”. A
ação, que será narrada por Miguel Gouveia (Bruaá Editora), pretende misturar
contos de autor com contos da tradição oral portuguesa e mundial, num
«repertório que se estende do jardim de infância até ao público adulto», refere
a editora.

Lançamento do Portal da Rede de Bibliotecas do Cadaval

Pelas 15h30 de dia 21, acontecerá o Lançamento do Portal da
Rede de Bibliotecas do Cadaval. Refira-se que a dita rede decorre de protocolo
de cooperação assinado, em 2015, entre a Câmara Municipal e o Agrupamento de
Escolas do Cadaval. Desse acordo, nasceu a Rede de Bibliotecas do Cadaval,
composta pela Biblioteca Municipal do Cadaval (BMC), Biblioteca Escolar de JI e
1.º Ciclo (localizada na EB1 e JI do Cadaval) e pela Biblioteca Escolar do
Agrupamento de Escolas (localizada na EB e Secundária do Cadaval).

«Desde então, os alunos do Concelho passaram a ter, à sua
disposição, uma série de atividades, encontros com escritores, peças de teatro,
entre outros, contribuindo para a sua formação escolar e social», explica Tânia
Camilo, técnica da BMC. «O contacto com uma biblioteca, logo nos primeiros anos
escolares, irá fomentar a utilização da Biblioteca Municipal como recurso nas
suas diversas valências, ao longo da vida».

O Portal da Rede de Bibliotecas do Cadaval vem, por sua vez,
dar possibilidade de «reunir num só local, com acesso remoto, as informações
relativas às atividades planeadas, bem como o acesso ao catálogo online das
três bibliotecas que compõem a rede».

Espetáculo de dança contemporânea “Transeuntes”

Pelas 21h30 do dia 21 do corrente mês, terá lugar, nas
instalações da Biblioteca Municipal do Cadaval, o espetáculo “Transeuntes”
uma produção, com a duração de 40 minutos, a cargo da Companhia Seller Danza.
Esta exibição conta com o apoio da Associação Gritos da Minha Dança, por seu
turno detentora da memória da escritora Fernanda Botelho, que residiu na
Vermelha (Cadaval).

Recorde-se que o espetáculo teve antestreia marcada para o
Cadaval em julho, mas teve, na ocasião, de ser adiado.

Com assinatura do coreógrafo e bailarino espanhol Juan Maria
Seller, o espetáculo, que conta ainda com o alto patrocínio do Município do
Cartaxo, constitui um cruzamento entre dança e literatura, segundo explica
Joana Botelho, presidente da referida associação e neta da malograda escritora.

«O Município do Cadaval tem vindo a apoiar, de forma
exemplar, o projeto cultural em torno da obra da escritora, com epicentro na
Casa de Fernanda Botelho (futura casa-museu), na Vermelha, pelo que não podia
deixar de acolher este espetáculo, que promete impactar o espectador»,
acrescenta Joana Botelho.

Biblioteca do Cadaval: O que mudou com a reinstalação

A Biblioteca Municipal do Cadaval, existente no concelho
desde 1973, viu-se renovada com a abertura do novo edifício, no dia 19 de
setembro de 2009.

O novo edifício deu à biblioteca, adianta Tânia Camilo, «a possibilidade
da abertura a novos serviços, como o Serviço Educativo e o Serviço Sénior,
entre outros, e muitas atividades culturais, tais como encontros com
escritores, exposições, palestras, etc.».

«Pela BMC já passaram personalidades conhecidas, como Nuno
Miguel Henriques, João Tordo, Nuno Camarneiro, Nuno Nepumoceno, Nuno Amado,
entre outros», acrescenta a técnica municipal.

Esta comemoração da reinstalação da Biblioteca Municipal
evidencia, por este motivo, os 10 anos de existência de novas valências ao
serviço da comunidade local. O mesmo edifício permitiria ainda, em 2015,
reinstalar o Museu Municipal no piso inferior.

www.autopecas24.pt Gina Morais Riografica

Comentar »

Deve iniciar sessão para comentar.